sexta-feira, 12 de junho de 2020

Delmasso pede isenção de IPVA para veículos impulsionados a energia elétrica e hidrogênio



Tecnologia contribui para a preservação do meio ambiente e equilíbrio ecológico


Foto: Rogério Lopes.

Para tonar os veículos movidos a energia elétrica e hidrogênio mais acessíveis à população, o deputado Delmasso (Republicanos-DF) solicitou isenção de IPVA à secretaria de Economia. O parlamentar enviou uma minuta de projeto de lei para acrescentar um dispositivo na Lei n° 6.466/2019, que trata de benefícios fiscais do IPVA.

O parlamentar encaminhou ao secretário de Economia, André Clemente, uma minuta de projeto de lei que pretende acrescentar um dispositivo na Lei n° 6.466/2019, que “dispõe sobre os benefícios fiscais do IPVA. A minuta pede isenção em relação aos veículos automotores impulsionados a energia elétrica ou a hidrogênio, os movidos exclusivamente com estes combustíveis e também os chamados “veículos híbridos”, movidos com motores a combustão e, também, com motores elétricos ou a hidrogênio.

“Acredito que o Governo do Distrito Federal dará um passo muito significativo em direção a trazer para a população algo que acontece mundo afora. As pessoas querem utilizar e democratizar as tecnologias digitais. Ela começa com o carro elétrico, onde apresenta um crescimento do mercado e da cadeia produtiva, sendo vitrine para outros estados e um crescimento do mercado e da cadeia produtiva, sendo vitrine para outros estados e municípios”, afirma o deputado.

O Brasil tem 14.838 veículos elétricos em circulação, segundo a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), sendo que no Distrito Federal são 426 veículos registrados como elétricos ou híbridos. Ainda segundo a ABVE, oito Estados (Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco) e quatro cidades (São Paulo, Sorocaba, Indaiatuba e São Bernardo do Campo) isentam o IPVA como forma de estimular a venda de veículos elétricos.

Mais de 20 tipos de câncer são relacionados à obesidade infantil



A conscientização contra a obesidade infantil é fundamental já que a doença é o segundo maior fator de risco evitável para o câncer



Foto: João Batista.

“Hábitos alimentares inadequados e estilo de vida sedentário são alguns dos principais fatores que resultam na origem da obesidade”, afirma a médica oncologista clínica, Milena Aparecida Coelho Ribeiro. Segundo a pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde, a prevalência de pessoas obesas no País subiu de 11,8% em 2006 para 20,9% no ano passado. Significa que dois a cada 10 brasileiros estão obesos. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada no Brasil em 2008/2009, revelaram que 33,5% das crianças de 5 a 9 anos e 21,5% dos adolescentes de 10 a 19 anos estavam com excesso de peso.

Para Milena Ribeiro, um indivíduo obeso na infância e na adolescência tem grande risco de permanecer acima do peso na fase adulta. Como consequência, segundo a oncologista, pode sofrer uma redução na expectativa de vida por causa do aumento da probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares, psiquiátricas, metabólicas e oncológicas, entre outras patologias associadas ao peso elevado.




Milena Ribeiro - Foto: João Batista.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em sua Estimativa 2020 – Incidência de Câncer no Brasil, o País terá 625 mil novos casos a cada ano no triênio 2020-2022. A obesidade estará entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de 11 dos 19 tipos mais frequentes de tumores na população brasileira, conforme a publicação. O Inca alerta que comportamentos não saudáveis como fumar, consumir bebidas alcoólicas, sedentarismo e manter dieta pobre em vegetais também aumentam o risco de 10 tipos da doença.

Milena Ribeiro aponta que mais de 20 tipos de câncer são relacionados à obesidade infantil e de 30% a 35% dos tumores são ligados aos fatores obesidade, dieta e sedentarismo. “A obesidade infantil tem sérias consequências para a vida adulta, por isso é fundamental dar importância aos alimentos consumidos pelas crianças. A atenção deve estar diretamente ligada no que elas comem”, aconselha.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que cerca de 30% dos casos de ocorrência de qualquer tipo de câncer estão relacionados à obesidade – e poderiam ter sido evitados com um estilo de vida mais saudável, incluindo alimentação equilibrada e prática de atividades físicas.

Carnes processadas – linguiça, salsicha, bacon, presunto – são consideradas pela OMS categoria 1 de carcinogênicos. Refrigerantes e sucos também apresentam risco, pela grande quantidade de açúcar. E gorduras, frituras e doces também devem ser evitadas


A oncologista ressalta que uma alimentação rica em frutas, legumes, verduras, cereais, grãos e outros alimentos não processados, associada a atividade física, sono equilibrado e tirar as crianças dos longos períodos da frente das telas já são algumas medidas para promover conscientização contra a obesidade infantil e as consequências da doença na vida adulta. “Apesar da data ser lembrada no dia 3 de junho, a prevenção deve ser constante, um hábito na vida de toda família”, reflete Milena Ribeiro.

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Pesquisa mostra que 63% dos brasileiros vão mudar as comemorações do Dia dos Namorados

Casais poderão aproveitar o Festival de Vinhos do Fort Atacadista para celebrar o Dia dos Namorados


Se você acredita que o jantar à luz de velas, regado a um bom vinho e um charmoso jantar é coisa do passado, 2020 veio para resgatar as comemorações intimistas e o convívio pessoal mais acolhedor. É o que o mercado consumidor está sinalizando para as celebrações do Dia dos Namorados neste ano.

Para entender os impactos da pandemia do Coronavírus sobre o Dia dos Namorados, que acontece no próximo dia 12 de junho, o Google fez uma pesquisa on-line entre os dias 18 a 20 de maio. Os resultados mostram que o distanciamento social vai alterar a forma de celebrar a data para 63% dos brasileiros em 2020. 

Questionados sobre o que mudará na celebração de Dia dos Namorados, 35% afirmam que pretendem fazer algo juntos em casa e 20% vão preparar um jantar. Deixar de ir a restaurantes (25%) e cancelar planos de viagens (22%) também foram algumas das mudanças declaradas.

E comemorar em casa além de recomendável é mais econômico e pode ser a oportunidade para resgatar sabores e tradições que a vida pós-moderna e o ritmo acelerado deixaram esquecidos. Uma boa pedida é você mesmo montar uma cesta romântica com presentes gostosos e muito carinho. “Entre os itens, são bem-vindos o vinho, espumante ou filtrado, acompanhado de duas taças, queijos variados, salames, castanhas, fruta ou chocolates. É dia de celebrar, então a dieta permite uma exceção para o momento especial”, comenta a coordenadora de Marketing Regional do Fort Atacadista, Rafaellen Duarte.

Segunda ela, outra opção para surpreender seu namorado ou namorada é fazer um jantar romântico, prático e saboroso, como um frango ao forno com especiarias ou uma massa bem temperada. "Antes do jantar dá para fazer uma entrada com alguns canapés e bebidas até que o prato fique pronto", completa Rafaellen.


Para colaborar com os namorados, as lojas do Fort Atacadista no Distrito Federal estão com o Festival de Vinhos, até o dia 14 de junho, com várias opções de vinhos brancos e tintos, espumantes e filtrados, com preços bem atrativos para o bolso dos casais apaixonados. O vinho Mioranza (tinto ou branco) está saindo por R$ 9,99 a garrafa e o Country Winw a R$ 8,99. A rede também oferece uma variedade de queijos, salames, canapés, assim como taças. "Temos produtos para todos os bolsos e a possibilidade de dividir a compra no Vuon Card, em até quatro vezes sem juros, com parcela mínima de R$ 15,00”, garante a coordenadora.

As unidades do Fort Atacadista no Distrito Federal, vão funcionar normalmente no feriado de Corpus Christi das 7h às 22h. A rede cumpre todos os protocolos de biossegurança contra o Coronavírus. Confira os endereços:

Sol Nascente | DF | Quadra QNP 27 Área Especial 01 S/N
Taguatinga| DF | Setor M Norte Qd. 1 Cj. A Lt. 1 – Av. Hélio Prates com M Norte
Ceilândia| DF | CNN 1 S/N | Centro


Hellen Quida
Assessora de Imprensa Fort Atacadista

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Delmasso convoca reunião virtual com as Comissões de Aprovados das Carreiras Públicas do DF

Deputado quer discutir autorização para convocação em 2021 dos aprovados em concurso


Foto: Rogério Lopes.


No dia 15 de maio, o Governo do Distrito Federal (GDF) encaminhou à Câmara Legislativa, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2021. Com data limite para votação no dia 30 de junho, o deputado Delmasso quer incluir no Anexo IV da LDO, autorização para convocação de aprovados em concurso público.

O Anexo IV da LDO, que trata das Despesas de Pessoal Autorizadas a Sofrerem Acréscimos, será o tema da reunião, de iniciativa de Delmasso. “Queremos discutir com todas as comissões de aprovados em concursos públicos esta inclusão de autorização no Anexo IV, para que possamos garantir em 2021, a nomeação dos aprovados em concursos vigentes atendendo os requisitos da Lei Complementar Federal no. 173/2020", explica o parlamentar.

SERVIÇO: Reunião virtual com as Comissões de Aprovados das Carreiras Públicas 
DATA: 08/06
HORA: 15h
PLATAFORMA: Zoom, ID da reunião: 518 899 8204, senha: APROVADOS


terça-feira, 2 de junho de 2020

DF poderá ter Política de Reciclagem de Veículos

Retirada de carcaças e renovação da frota estão entre os objetivos da proposta de autoria do deputado distrital José Gomes



Promulgada Lei de Delmasso sobre medidas emergenciais contra a COVID-19

Obrigatoriedade de compartilhamento de dados entre os órgãos competentes e medidas de prevenção ao coronavírus


Foto: Rogério Lopes.

Melhores da semana