sexta-feira, 5 de junho de 2015

Superior Tribunal Militar gasta R$ 2 milhões para trocar carros oficiais

Serão 17 Ford Fusion 2.5, sedã de luxo com vários opcionais, por 116 mil a unidade. Segundo o Correio Braziliense, um dos carros a ser trocado tem apenas 35 mil quilômetros rodados

Divulgação

Três em um: STF terá um carro para cada um dos 17 ministros e mais dois de "reserva"Em épocas de crise e contenção de gastos, o Superior Tribunal Militar (STM) vai promover uma operação de troca de veículos oficiais que terá custado, ao final do processo, uma despesa de R$ 1,97 milhão para o contribuinte. Serão 17 Ford Fusion 2.5, um sedã de luxo com vários opcionais, ao custo de 116 mil a unidade. Os carros são postos à disposição dos ministros da corte para o transporte entre sua residência e o local de trabalho, embora seja normal em Brasília o uso do equipamento para outros fins.

A substituição da frota tem detalhes curiosos. Um dos automóveis a serem substituídos tem apenas 35 mil quilômetros rodados, extensão relativamente baixa quando se trata de veículos que circulam com certa frequência. Outra peculiaridade é a quantidade de carros: um para cada ministro do STM e mais dois de “reserva” para a instituição. As informações são da edição desta sexta-feira (5) do jornal Correio Braziliense.

A compra dos veículos vai na contramão dos esforços de ajuste fiscal posto em campo pela equipe econômica da presidenta Dilma Rousseff. Na última quinta-feira, o governo federal baixou portaria que limita o cardápio de materiais e equipamentos utilizados no cotidiano das repartições da capital federal. A determinação governamental implica, inclusive, o adiamento das trocas de automóvel. O objetivo, segundo o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, é reduzir esse tipo de despesa para R$ 8,8 bilhões em 2015.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana